CAVACOS DAS CALDAS II

DICIONÁRIO GRÁFICO BORDALIANO

alguns livros, cerâmicas, belos gatos e algo mais...



sábado, 7 de abril de 2007

5.ª Página Caldense



OBRAS COMPLETAS DE NICOLAU TOLENTINO DE ALMEIDA
com alguns inéditos
E UM ENSAIO BIBLIOGRÁFICO CRITICO POR JOSÉ TORRES
ILUSTRADAS POR NOGUEIRA DA SILVA
1861
EDITORES - CASTRO & iRMÃO & C.ª
Rua da Boa Vista, Palácio do Conde de Sampaio, Lisboa
[Dimensão: 13x21,50 cms / Obra do Autor: 388 páginas / Ensaio Biográfico e Crítico: Págs. I a LXXXVI / Indice: Págs. I a IX ]

NAS CALDAS DA RAINHA [Págs. 162 e 163]

"Nas Caldas, nas tristes Caldas
Alegria vim buscar;
Quis de noite ver o sol,
Quis achar fogo no mar.

Olhos meus, cansados olhos,
O vosso ofício é chorar
.

Que importa mudar de terra,
E baldados passa a dar,
Se a toda a parte a que os volto
Vai comigo o meu pesar?

Vejo pálidos doentes
Pela copa passear,
Ouço de antigas moléstias
Tristes efeitos contar.

Vejo nas fervidas águas
Mirrados corpos banhar,
E debalde aos surdos céus
Convulsos braços alçar.

Vejo de perdido pranto
Tristes ais acompanhar,
Com as lágrimas alheias
Vou as minhas misturar.

Que importa ver as ninfas belas,
Se acrescentam meu pezar?
Gostam de atrair os olhos,
E as almas tiranisar.

Ao som de feridas cordas
Dão doces vozes ao ar
Quais enganosas sereias,
Que cantam para matar.

Se o meu pobre coração
Se deixa uma vez tocar,
Com escárnios, com risadas,
Meu pranto vejo pagar.

Fartei-vos, pois, olhos meus,
De lágrimas derramar;
Vós nascestes para tristes,
E escolhestes o lugar.

Olhos meus, cansados olhos,
O vosso ofício é chorar."


NICOLAU TOLENTINO DE ALMEIDA







1 comentário:

Maria disse...

O que eu, caldense de gema, estou a aprender por aqui...

Obrigada Isabel