CAVACOS DAS CALDAS II

DICIONÁRIO GRÁFICO BORDALIANO

alguns livros, cerâmicas, belos gatos e algo mais...



quarta-feira, 25 de abril de 2007

19.ª Página Caldense

Caldas da Rainha
Rainha das Termas de Portugal

Estância termal * Águas Sulfúreas-calcárias * Arte e História
* Centro de Turismo * Belezas Naturais

"Se há terra em Portugal cuja fama corra de norte a sul, seguindo a costa e os rios, galgando os montes e penetrando nas aldeias mais escondidas, deixando por toda a parte gratidão e a lembrança de bons dias passados; se há vila que seja conhecida nos recantos das mais afastadas províncias, deixando ignoradas outras vilas e cidades; se há estância balnear que encontre fiéis espalhados por uma área que não conhece fronteiras e se estende através dos mares, essa terra são as Caldas da Rainha.

Talvez não haja em Portugal muitas freguesias donde não tenha vindo ao menos uma pessoa banhar-se nas suas águas sulfúreas, aproveitando as regalias que a fundadora do balneário, a Rainha D. Leonor de Lencastre, estabeleceu com o seu Compromisso, e que, desde o século XV têem tornado as Caldas da Rainha o centro da cura onde convergem os reumáticos, os encatarrados, os doentes de pele, que de toda a parte vêem aqui procurar a cura que noutros lados não conseguem." [...]

[Pequeno folheto com as dimensões de 12,30 x 15,80 cms. Fotografias dos Ateliers Marques Abreu. Impresso na Avenida Rodrigues de Freitas, 310 - Porto (Imprensa Marques da Silva Lda). Data de Edição 1927. 62 Páginas numeradas + 14 páginas de anúncios.Capa Impressa a cores.]

Sem comentários: