Partilhando leituras

Livros sobre Caldas da Rainha, Rainha D. Leonor, Bordalo Pinheiro, caricaturas,

cerâmicas, gatos e algo mais...

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

155.ª Página Caldense


CONVERGÊNCIA LUSÍADA
N.º 21 - 2005

"AS RELAÇÕES DO IMPERIO DO BRASIL COM A SANTA SÉ NA OBRA DO ARTISTA PORTUGUÊS BORDALO PINHEIRO"


"O artista português Rafael Augusto Bordalo Prostes Pinheiro (1846-1905) emerge como um actor político no cenário urbano do Rio do Janeiro, em Agosto de 1875, quando chegou a convite de Manuel Rodrigues Carneiro proprietário da revista O Mosquito (1869-1977), um dos periódicos de maior aceitação da época, para se encarregar de suas ilustrações anteriormente a cargo do italiano Angelo Agostini. A questão religiosa, entre o Império do Brasil e a Santa-Sé, estava na ordem do dia e possibilitou a Bordalo Pinheiro extravasar o seu anticlericalismo e dar seu tom aquele assunto que causou tanta polémica."[...] [Páginas 45 a 61; reprodução de 4 páginas ilustradas.]


ANGELA MARIA DA MOTTA TELLES

O Mosquito, 25 de Setembro de 1875

[Convergência Lusíada. Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro (Centro de Estudos, Pólo de Pesquisa sobre Relações Luso-Brasileiras). n.21, 2005. ISSN 1414-0381]

Os meus agradecimentos ao Real Gabinete de Leitura do Rio de Janeiro, pela oferta desta fonte bibliográfica bordaliana.

Sem comentários: