CAVACOS DAS CALDAS II

DICIONÁRIO GRÁFICO BORDALIANO

alguns livros, cerâmicas, belos gatos e algo mais...



terça-feira, 18 de setembro de 2007

151.ª Página Caldense

PROJECTO PARA O HOSPITAL CIVIL DE SANTO IZIDORO
nas Caldas da Rainha elaborado por
R.M. BERQUÓ, Administrador do Hospital Real

"Entrada, permanência e saída dos doentes"

[...] "Se morrer, permanecerá na enfermaria somente pelo espaço de uma hora; será depois transportado em maca especial através das varandas e escadas respectivas, para o pavilhão n.º 5, dando entrada na casa mortuária Z, onde ficará depositado o tempo que o médico determinar.

Quando o médico julgar que pode haver perigo na remoção de qualquer cadáver para a casa mortuária, o doente será transportado imediatamente para a casa mortuária do cemitério da vila, que se acha em circunstâncias de poder receber sem perigo qualquer cadáver.

Sempre que seja retirado qualquer cadáver da casa mortuária do hospital, será esta desinfectada por meio de combustão de palha ou mato, e convenientemente limpa."[...][Pág. 11]

[Impressão: Typographia de A. Coelho da Silva. Alcobaça. 1891. Dimensão: 16,80 x 23,50 cms. 20 páginas numeradas, incluindo as capas.]

O meu agradecimento ao Comandante Loureiro de Sousa pela partilha desta fonte bibliográfica caldense

Sem comentários: