Partilhando leituras

Livros sobre Caldas da Rainha, Rainha D. Leonor, Bordalo Pinheiro, caricaturas,

cerâmicas, gatos e algo mais...

quarta-feira, 30 de maio de 2007

49.ª Página Caldense

NOVO ALMANACH DE LEMBRANÇAS LUSO-BRAZILEIRO
para o anno de 1908
Parceria António Maria Pereira
Livraria Editora 1907
Director: Adriano Xavier Cordeiro (Bacharel formado em direito)
Adornado de gravuras, enriquecido com muitas matérias de utilidade pública, e com retrato e esboço biográfico do falecido caricaturista e ceramista

Rafael Bordalo Pinheiro

"Não é um morto deste ano, que, bonançosamente quis respeitar a escassa, deslumbrante, sementeira dos altos espíritos.

Há já três anos, que a tesoura avara de Atrópos cruel cortou esse vibrante fio d'arte, e, contudo, tanta grandeza do seu cadáver se evola, tão vazio deixou o seu lugar na vida, que dir-se-ia uma existência colhida ontem, pela insaciável cobiça das Parcas nunca fartas.





Da sua múltipla obra, quase tão inclassificável como um diamante facetado, escapando sempre ao contar dos seus reflexos, há, pela fatal lei humana que nos obriga, para as conhecermos bem, a alfinetar borboletas em tormentosas agonias, que classificar em resumida série, os seus melhores contornos, e é assim, que nós, confundindo, na inseparável combinação, a vida do homem com a vida da obra, encararemos sucessivamente, englobadamente por vezes, a personalidade caricaturante, ceramista e decorativa, do exímio mestre do barro frágil e policromo, do lápis gracioso e dúctil, do pano e das sedas bem armadas - o oleiro, o decorador, o caricaturista."[...]

[O artigo sobre Rafael Bordalo Pnheiro ocupa as páginas iniciais numeradas de V a XXXII, inclui duas imagens extratexto: Bordalo Pinheiro e a Jarra Beethoven.]


[Almanaque com a dimensão de 10,00 x 15,00 cms. 384 páginas numeradas + VIII de indice + CC páginas iniciais + capas. Oficinas Tipográfica e de Encadernação movidas a electricidade - Rua Augusta, 44 a 54 - Lisboa. 58.º ano da colecção.]

Sem comentários: