Partilhando leituras

Livros sobre Caldas da Rainha, Rainha D. Leonor, Bordalo Pinheiro, caricaturas,

cerâmicas, gatos e algo mais...

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

247.ª Página Caldense

ILLUSTRAÇÃO UNIVERSAL
PORTUGAL ESPANHA
RAFAEL BORDALO PINHEIRO (cabeçalho)

Nota: A "Ilustração Nacional" foi uma revista publicada em Lisboa, entre 1884 e 1885, sob a direcção de A. de Sousa Pinto. Sem dados muito concretos, penso que este exemplar foi publicado com o objectivo de angariação de fundos para socorrer as vítimas de um terramato que se fez sentir em Espanha e que provocou vasta devastação; prática tão ao costume da época. Por isso este exemplar tem o subtítulo de Portugal Espanha. No cabeçalho não apresenta os elementos identificadores habituais, e só no canto inferior direito da última página se lê uma data, sob a identificação do autor do artigo: 19 de Janeiro de 1885.

São colaboradores literários deste número: Acácio Antunes / Alexandre Ferreira da Cunha e Sousa / Alfredo de Campos / A. de Amorim Pessoa / Ana de Albuquerque / António Alexandre Vargas / A. de Sousa Pinto / Augósto Forjaz / Beldemónio / Borges d'Avelar / Candido de Figueiredo / Conde de Samodões / Duarte d'Oliveira Júnior / Edmundo Acácio / Emilio Castelar / Firmino Pereira / Freitas Costa / Guilherme Freitas de Oliveira / Guiomar Torrezão / Ivanwitch / J. C. Rodrigues da Costa / J. Silvestre Ribeiro / José Roldan y Garzon / Juan de Castro / Luis Breton y Vedra / Luiz Guimarães / Manuel Barradas / Oliveira Ramos / Pan-Tarantula / P. de Oliveira / Rodrigo Velozo / Tomas L da Cunha / Trindade Coelho

Colaboradores Artísticos: A. Gameiro / B. Urena / C.A.R. dos Reis / Edmundo Acácio / Enrique-Casanova / F. Rivas / Francisco Pastor / J. Oses / J. Vaz / J. Veloso y Salgado / J. Vieira / Luciano Freire / Luciano Lallemant / Manuel J. G. Viana / R. Cristiano / R. Bordalo Pinheiro / Sebastião Sanhudo / W. Urena."




RAFAEL BORDALO PINHEIRO

"O retrato do eminente caricaturista Bordalo Pinheiro, que publicamos nesta página da Illustração Universal, deve causar uma certa surpresa ao leitor, que esperava encontrar n'elle reproduzida e simpática e expressiva fisionomia do festejado artista, na qual se espelha todaa energia da sua alma de rija tempera e toda a bondade d'aquele seu coração de ouro. A atitude do retrato carece de uma explicação.[...]

"Neste momento, diz o estimável artista, estou assim de costas para tudo, ancioso que desponte o barco que trará o salvador da minha querida pátria." [...]

A. de Sousa Pinto

Sem comentários: