Partilhando leituras

Livros sobre Caldas da Rainha, Rainha D. Leonor, Bordalo Pinheiro, caricaturas,

cerâmicas, gatos e algo mais...

quarta-feira, 3 de junho de 2009

388ª. Página Caldense

O Azulejo nas Caldas da Rainha
Memória, Cerâmica, Brilho, Expressão e Narrativa Alegórica
S. Camilo de Lellis. Painel de 15x15 azulejos, cerca de A231,5xL231,5 cm. Localização: Palácio Real (pátio interior). Proveniência: Hospital Termal das Caldas da Rainha, Enfermaria de S. Camilo de Lellis [Página 13]

Rua Cor. Andrade Mendoça, nº. 16. Revestimento da fachada posterior e lateral com azulejos de estampilha. Pormenor do friso e do trabalho de cantaria no topo das janelas. Fábrica Viúva Lamego. 1890 [Página 19]
Rua Ilídio Amado. Palacete Visconde de Sacavém. Floreiras do Museu de Cerâmica. Azulejo relevado padrão "Rãs". Fábrica de Faianças das Caldas da Rainha. 1884-1889 (?) [Página 27]
Parque D. Carlos I - Estufas. Frisos verticais em colunas. Azulejos relevados. Manuel Augusto Bordalo Pinheiro. Possivelmente fábrica "San Raphael", Caldas da Rainha. Primeira década do séc. XX. [Página 29]
Rua Dr. Augusto Saudade e Silva, nº. 2. Painel de casa particular. placas de cerâmica. Hansi Stael (modelação de Herculano Elias). Secla. 1954 [Página 30]

[O Azulejo. Memória, Cerâmica, Brilho, Expressão e Narrativa Alegórica. Coordenação: Dora Mendes / Nicolau Borges. AAVV. Edição: Centro Hospitalar das Caldas da Rainha. 1ª. Edição, Outubro de 2007. ISBN 978-972-9547-6-2]

Sem comentários: