Partilhando leituras

Livros sobre Caldas da Rainha, Rainha D. Leonor, Bordalo Pinheiro, caricaturas,

cerâmicas, gatos e algo mais...

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

163.ª Página Caldense


DESCRIÇÃO DA CIDADE DE LISBOA
DAMIÃO DE GÓIS

"A Rainha dona Leanor, mulher que foi del Rei dom João segundo do nome, e irmã del Rei dom Emanuel, foi uma virtuosa, e católica cristã e fez da sua fazenda muitas esmolas a pessoas que disso tinham necessidade, e assim a mosteiros de frades, e freiras pelo que comumente lhe chamavam mãe, e amparo dos Pobres.

Fundou de novo o Hospital das Caldas, em termo de Óbidos, e lhe deu muitas rendas, que para isso comprou da coroa do reino, e ricos ornamentos para o serviço divino, com grande soma de roupa para camas, e serviço das pessoas que se ali viessem curar assim ricos, como pobres; e para os pobres deixou rações ordenadas por espaço de um mês, que é o tempo em que as águas daquelas caldas fazem sua obra." [Pág. 72]

[Livros Horizonte. Tradução do texto latino, introdução e notas de José da Felicidade Alves. Colecção Cidade de Lisboa. Data de Edição: 1988.]

1 comentário:

Luis Eme disse...

Isabel,

José Felicidade Alves é um caldense como nós (é da minha família, primo direito da minha mãe...), que além de padre (protagonista do célebre caso de Bélem...), foi um grande estudioso de Lisboa e o responsável editorial por esta colecção sobre a Capital dos livros horizonte...