Partilhando leituras

Livros sobre Caldas da Rainha, Rainha D. Leonor, Bordalo Pinheiro, caricaturas,

cerâmicas, gatos e algo mais...

quinta-feira, 19 de julho de 2007

98.ª Página Caldense

BANHOS DE CALDAS E ÁGUAS MINERAIS
RAMALHO ORTIGÃO

"A vila das Caldas da Rainha é a mais concorrida terra das águas da província da Estremadura. Dista 56 quilómetros da estação do Carregado, na linha de Lisboa ao Entroncamento.

No Carregado para as Caldas faz-se a viagem em carruagem ou diligência que sai do Carregado duas vezes por dia, pela manhã e à noite, depois da chegada do comboio àquela estação. O percurso é de seis a sete horas, havendo no Cercal casa de pasto e estação de mudas de diligência.

O preço dos bilhetes da diligência é de 2$000 réis por ida e volta ou 1$200 réis por viagem sem retorno.

A vila oferece aos que a frequentam as maiores comodidades que proporcionam em Portugal terras desta ordem.

Há os hóteis de José Paulo Rodrigues, do Padre Justino António Viana, as hospedarias da Mariana e de José Pires. Além disso quase todas as famílias da vila recebem hóspedes durante a estação balneária." [Pág. 122]


[Banhos de Caldas e Águas Minerais. Autor: Ramalho Ortigão. Introdução; Júlio César Machado. Colares Editora. ISBN 972-762-024-7 . Sem data de edição, conforme 1.ª Edição de 1875]

Sem comentários: