CAVACOS DAS CALDAS II

DICIONÁRIO GRÁFICO BORDALIANO

alguns livros, cerâmicas, belos gatos e algo mais...



domingo, 29 de julho de 2007

104.ª Página Caldense

PORTUGAL
A ESTREMADURA
VIEIRA GUIMARÃES

Caldas da Rainha

"Vila ainda há pouco, é, desde recente data, cidade que bem mereceu este título pelo seu comércio, pela sua indústria e pelo seu trabalho.

Devendo a sua origem a uma copiosa nascente de águas sulfúreas que a munificiência e a caridade de uma grande rainha de Portugal - D. Leonor, mulher de D. João II - aproveitou para abastecimento de um hospital que no sítio mandou edificar e dotou, não menos deve o seu desenvolvimento a este grande rei, que privilegiou os seus primeiros moradores com a isensão do pagamento de jugada, oitava, sisa ou portagem, assim como as pessoas que a ela viessem comerciar, o que decerto ainda hoje se faz sentir no seu grande e abastecidissimo mercado semanal, o principal da província da Estremadura." [...] [Páginas 16 e 17]

[Portugal - A Estremadura. Vieira Guimarães. Exposição Portuguesa em Sevilha. Imprensa Nacional de Lisboa. Data de edição: 1929. 43 páginas numeradas + capas. Ilustrado . Dimensões: 17,50 x 25,30]

Sem comentários: