Partilhando leituras

Livros sobre Caldas da Rainha, Rainha D. Leonor, Bordalo Pinheiro, caricaturas,

cerâmicas, gatos e algo mais...

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

187.ª Página Caldense

A RAINHA D. LEONOR
EXPOSIÇÃO DO MOSTEIRO DA MADRE DE DEUS
[...]
"É no momento em que, pela primeira vez, lhe foi confiado o exercício da regência [a D. João] que pode marcar-se o início da larga e decisiva influência de D. Leonor, princesa e rainha,, na vida social e politica da corte portuguesa. Por graça de estado, por educação e temperamento, sedução pessoal e segurança de critério, abriu-se o seu valimento, sedução pessoal e segurança de critério, abriu-se ao seu valimento, prestigio e poder um caminho rasgado de breves alegrias e muitas preocupações, de esperanças fugazes e mágoas persistentes. Mas a firmeza era o traço assinalado do seu carácter e nunca se perturbou nem abateu. A consciência moral inclinava-a à doçura e à piedade sem, todavia, a apartar das realidades francas da sua condição e estado senhorial." [Pág. 15]

M. Lopes de Almeida

[A Rainha D. Leonor. Exposição no Mosteiro da Madre de Deus. Exposição realizada pela Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa. Dezembro de 1958.]

Sem comentários: