CAVACOS DAS CALDAS II

DICIONÁRIO GRÁFICO BORDALIANO

alguns livros, cerâmicas, belos gatos e algo mais...



quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Catálogo Cómico


No Vestíbulo do Catálogo
«Queiram V. Exªas. sentar-se e ouvir duas explicações:
O Catálogo Cómico da Exposição de Belas Artes, que apareceu em fôlheto, no ano da graças (com muita graça) de 1914, assim continuou até 1919. Vivia o Catálogo feliz e cheio de bom humor, quando víctima do senhorio e tendo mandado de despêjo, se encontrou no meio da rua... da amargura. Amargurados foram para ele os anos de 1920, 21 e 22, em que teve de andar por quartos alugados nas colunas da «Ilustração Portuguesa», «Diário de Notícias» e «Mundo». Foi o catálogo, sem dúvida, muito bem acolhido e acanhado por andar por casas alheias. E aqui para nós, não há como o cantinho da nossa cas, eis os caso.
Hoje o Catálogo Cómico, voltando a ter morada própria, voltou a ser feliz e independente. Do seu domicílio, que está muito bem situado, abrindo as janelas disfruta paisagens, marinhas, quadros de género e todo o género de quadros.» [...] (Catálogo Cómico da Exposição  de Belas artes em 1923 - 7.º Ano de Publicação - Francisco Valença e Carlos Simões -  Depositária Livraria Portugália, Rua Nova do Carmo, 75.

Sem comentários: