CAVACOS DAS CALDAS II

DICIONÁRIO GRÁFICO BORDALIANO

alguns livros, cerâmicas, belos gatos e algo mais...



terça-feira, 27 de maio de 2008

283.ª Página Caldense

DO TEMPO SITIADO
PAULO FERREIRA BORGES


"MATA-BORRÃO

Para não esqueceres escrevias
na mão, com a tinta
impermanente da quarta classe.

O aparo arranhava docemente.

Dava-te os meus lábios por mata-borrão."

Pataias, ao abrir a gaveta de cima da memória, s/d

[Paulo Ferreira Borges. Do Tempo Sitiado. Geopoemas s/d. Textiverso. Colecção Poesia 3. 1.ª Edição Maio de 2008. ISBN 978-989-8044-07-5]

Os meus agradecimentos ao Autor pela oferta amiga deste exemplar.

Sem comentários: