Partilhando leituras

Livros sobre Caldas da Rainha, Rainha D. Leonor, Bordalo Pinheiro, caricaturas,

cerâmicas, gatos e algo mais...

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Café Literário

CCC

Café Literário"DE ÁFRICA - FROM AFRICA - D´AFRIQUE" DE ZICA CAPRISTANO

17 Fevereiro 2010 21:30 Café Concerto

«Vai ser apresentado no CCC o livro "De África - From Africa - D´Afrique", do antropólogo Zica Capristano.Esta obra resultou das diversas viagens de Zica Capristano ao continente africano e constitui um testemunho de convivência com Povos e Comunidades que, hoje como no passado, celebram tradições, culturas, práticas e saberes representativos de todo um legado milenar.

A edição trilingue (Português; Francês; Inglês), reúne mais de 400 Fotos a cores, e tem como co-autores, testemunhos de diversos especialistas tão prestigiados como António Carmona Rodrigues, Augusto Manuel Correia, Fernando Cardoso Paissana, Gilberto Cardoso de Matos, Guilherme D´Oliveira Martins, José Almeida Negreiros, Leonor Viegas Tavares e Manuel Viegas Tavares.Uma parte da receita do livro é destinada à Associação SOL, em Portugal, e à Associação Save The Children, entidades que desenvolvem prestigiadas acções de solidariedade.»

«“Tenho trabalhado sobretudo na área da Antropologia Cultural”, contou o autor, de 63 anos, um dos primeiros em Portugal a dedicar-se à Antropologia Visual. Desde cedo que é também um apaixonado pela fotografia. Em Inglaterra foi responsável pelo programa televisivo People of the Earth.

Zica Capristano é o cônsul honorário em Portugal do Mali e do Benin e é membro da Royal Geographical Society e da Royal Antropological Institute (ambos na Inglaterra).

É também descendente da família Capristano, que se notabilizou pela empresa de transportes de passageiros e de turismo homónima, e que teve um papel fundamental no desenvolvimento das Caldas dos anos 40 aos anos 60.

Apesar de ter nascido em Lisboa, foi nas Caldas que viveu até aos 14 anos. Frequentou o Externato Ramalho Ortigão e sempre que vem às Caldas “cumpro uma espécie de roteiro”, contou, explicando que dele constam locais como a Praça da Fruta, a Rua das Montras, a Zaira, o Parque, a Pastelaria Machado e o cemitério. Visita os amigos de infância e vai à Foz do Arelho recordar os passeios de bicicleta que fazia em miúdo.

Recorda também as regatas no Lago do Parque, os campeonatos de ping-pong ou as matinés passadas no Casino (ex-casa da Cultura) “onde aprendi a dançar a valsa, o tango e o chá chá chá”, recordou Zica Capristano.

Outra das memórias que guarda com carinho foi a subida do Caldas à primeira divisão, nos anos 50.

Tal como o seu avô, este antropólogo tem uma paixão pelo sector automóvel que concretiza participando em corridas e em rallys em todo o mundo.»

Esta é uma iniciativa do CCC em parceria com a Livraria 107 e apoiada pela Gazeta das Caldas.
Fontes: Página CCC e Gazeta das Caldas

Sem comentários: