Partilhando leituras

Livros sobre Caldas da Rainha, Rainha D. Leonor, Bordalo Pinheiro, caricaturas,

cerâmicas, gatos e algo mais...

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Medalha de Ouro da Cidade

A Câmara Municipal das Caldas da Rainha, conferiu a Medalha de Ouro da Cidade ao escritor António Lobo Antunes.

A cerimónia da entrega da medalha terá lugar no decorrer do Café Literário a realizar no dia 12 de Dezembro no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha (21,30 Horas).

Este Café Literário é uma co-produção Loja 107 - Centro Cultural.

Caldas da Rainha, cidade das Artes e da Cultura


8 comentários:

Luis Eme disse...

porquê?

que ligação é que Lobo Antunes tem às Caldas?

(provavelmente a mesma que Saramago tem a Almada, onde também foi laureado...)

groze disse...

Não me parece que António Lobo Antunes tenha necessariamente de ter uma "ligação" às Caldas, para ser laureado. A sua obra literária/artística já justifica em pleno a congratulação e comemoração que lhe são feitas através deste gesto. Pelo menos, na parte que me toca, subscrevo esta medalha de ouro, grato, não enquanto obidense, não enquanto caldense, não enquanto português, não enquanto europeu, mas na qualidade de ser humano apreciador de Arte. Não vejo as coisas com essa ligação nacionalista/bairrista do "porquê esta medalha de ouro, se ele não tem nada a ver com a cidade?"

Ele tem a ver com todo o lado. É a Literatura, caro Luis Eme, que faz as coisas serem assim. A Arte vai além das fronteiras geográficas das cidades e dos países. Felizmente.

Margarida Araújo disse...

...desculpa a ousadia, mas tem a Isabel!

Luis Eme disse...

perguntei, apenas porque me podia ter escapado alguma coisa.

felizmente, somos livres de ter a nossa opinião. não acho que o facto de Lobo Antunes ser um grande escritor, seja motivo para ser laureado. se a arte não tem fronteiras geográficas, não deverão existir medalhas que cheguem para felicitar os nossos grandes criadores (de Manoel Oliveira, Luis Miguel Cintra, Carlos do Carmo, Maria Medeiros, Raul Solnado, Paula Rego a Júlio Pomar ou Manuel Cargaleiro - que até tiveram ligações à Secla - entre dezenas e dezenas de personalidades nacionais.

e se a medalha é de uma cidade, olho-a sempre com um sentido bairrista, local. é a minha opinião...

Maria disse...

Parabéns ao ALA.

Abraço

groze disse...

Ah, e que soberbo café literário, que foi aquele! Provavelmente uma das melhores noites que já passei no CCC, desde a sua abertura - e já têm sido umas poucas.

Entristece-me um pouco que, desde a doença, António Lobo Antunes esteja bem menos ácido e irónico do que outrora, mas, enfim, penso ser normal... para além disso, não acrescentou mais, ao seu discurso, do que aquilo que tem vindo a dizer em entrevistas várias, sejam em jornais, revistas, televisão ou internet. Ainda assim, vale sempre a pena pela irreverência costumeira e, quanto mais não fosse, já teria o seu valor poder partilhar o espaço com tão cara figura.

Por tudo isto, creio justificar-se um agradecimento à Isabel, sobretudo, mas também à direcção do CCC, pelo apoio, e, pronto, eu, que até nem sou nada pró-protocolos autárquicos/institucionais, um agradecimento, também, à Câmara Municipal de Caldas da Rainha.

Aguardo com entusiasmo mais noites desta qualidade, com certeza.

Rolando... sempre disse...

Se mais não fora para que volte, muitas vezes, a dar-nos a oportunidade de o ouvir, genial, como ainda ontem aconteceu.

girassol disse...

Eu estive lá e gostei da noite. Estive e gostei, gosto, do ALobo Antunes. Estive, também, porque gosto da Isabel. Estive, pronto!
O meu Obrigada vai principalmente para a Isabel que se desdobra para nos "ofrecer" estes "mimos". Ela gosta deste esforço que para ela não é mas nós sabemos avaliar. Obrigada sim Isabel Castanheira.
Belmira